Ingresso do Sol em Leão

22 de julho de 2014 Notícias no comments

Por Carlos Falcão

SOL EM LEÃO – 22/07/14 – 18:41

Com a entrada do Sol em seu domicílio, o signo de Leão, é nítida a presença de uma energia que reforça nossa própria individualidade, trazendo um momento bom para olhar e identificar o que realmente compõe a natureza da essência de cada um.

É esperado que a área onde você tenha Leão em seu mapa ganhe uma energia que revitaliza e traz maior confiança e coragem para reativar processos adormecidos há algum tempo. O magnetismo pessoal fica em evidência trazendo maior abertura de realização nessas áreas envolvidas. O impulso Solar/leonino já encontra uma consciência maior do que o impulso de marte/áries que cumpre outras funções.

Nos primeiros dias do Sol em Leão a vibração estará com um tempero diferente e que deve ser observado. Haverá uma confiança e empolgação natural ainda mais elevada pela conjunção do Sol com Júpiter, mas que pode fazer com que se perca um pouco a noção de limites trazendo uma insensibilidade egoísta intensificada que pode ficar evidente nas motivações e nas atitudes agressivas, enquanto o Sol estiver em quadratura com Marte. Isso fica mais “faiscoso” a partir de 26/7, quando esse mesmo Marte entra em Escorpião. Essa tensão deve durar aproximadamente 10 dias até que gradativamente vá perdendo força.

O sol em leão favorece o carisma pessoal, desde que o Sol não tenha interações muito tensas no mapa ou no trânsito astrológico (céu do período estudado) assim como a capacidade de oferecer e doar energia que revitaliza também o outro, atuando a generosidade desprendida. Havendo muita tensão a autoexpressão tende a ficar prejudicada. A forma como isso pode acontecer deve ser pesquisada de acordo com o signo solar de cada um bem como o contexto astrológico amplo de qualquer mapa em questão.

A bondade e generosidade capazes de gerar vida são uma das maiores maravilhas entre as vibrações Solares, que só ficam minimizadas quando a necessidade egóica de reconhecimento e de que “tudo gire em torno do próprio umbigo” emerge a parte negativa do arquétipo. É comum uma sensação de frustração ser proveniente de uma expectativa do ego que não foi satisfeita. O ego não aceita a culpa, que é então depositada “no mundo que não funcionou” do jeito que a expectativa de “um” gostaria que funcionasse.

O Sol doa a vida para todos, atraindo tudo o que gira em seu redor com seu magnetismo e a sua luz de forma gratuita e desprendida. Esse mesmo “girar em torno” pode aparecer no plano objetivo sob a forma de qualquer energia que esteja centrada no “próprio eu”, no Self, em detrimento de todo o resto. O cuidado para não cair na vibração egoísta passa obrigatoriamente pela capacidade de exercitar o lado mais generoso da alma e vencer o maior desafio de Leão. A humildade. Vale ressaltar que o Sol é uma energia naturalmente “do bem”. Mesmo o egocentrismo não é algo que invoca negatividades, mas é apenas um comportamento desprovido de sensibilidade com “o outro” por só ter olhos para si mesmo.

É necessário (a todos) um nível de autocontrole para não ser abduzido pela faixa vibratória da arrogância, prepotência e orgulho. Lembrando que todos têm Leão em algum lugar no seu mapa, regendo alguma área da vida (casa astrológica), isso se torna apenas pose prepotente e em geral acaba dificultando atingir qualquer objetivo a que se propõe. No fundo é realmente apenas um traço forte de infantilidade de processos inconscientes que promove o impulso pela busca da aceitação pessoal irrestrita. E cada um tem uma parte de si que está ligada a essa necessidade íntima.

Um dos maiores, se não o maior, desafio da vibração Solar/leonina é mesmo a humildade. E como todos têm um Sol, cada um deve avaliar qual é o campo onde a humildade deve ser aprimorada nessa encarnação. Na medida em que consegue ser humilde, não apenas no comportamento, mas no sentimento do coração que promove as intenções que por consequência geram palavras, posturas e ações haverá um crescimento da sensação de que se pode fazer muito pelo mundo em sua volta. Essa sensação da vibração do Sol deveria “viciar” e fazer com que a bondade e generosidade estivessem mais presentes de forma geral no comportamento humano consigo mesmo e com o universo a que pertence.

O Sol carrega em seu conjunto de vibrações o suficiente para mudar de fato o mundo. Mas isso ainda não é a utópica escolha consciente do livre-arbítrio de cada ser humano no planeta.

Onde o Sol estiver passando no seu mapa estará ativando essa energia Leonina bastante calorosa. A autoexpressão está com as portas abertas para você mostrar ao mundo a sua própria verdade e “o que veio fazer aqui”. A necessidade de expressar o próprio Self fica evidente podendo aí provocar a passagem da fronteira entre o oferecer em troca de “algo para o ego” e a simples atitude de oferecer sem esperar nada em troca. É um caminho evolutivo para ser experimentado com consequências positivas instantâneas e garantidas.

Pra quem gosta de passar despercebido deve saber que em geral é difícil manter a discrição com uma energia que “adora um palco com holofotes”. Isso independe do querer pessoal. Simplesmente acontece… Há momentos em que parece que todo mundo olha pra você. Cada um chama a atenção de alguma forma específica, atingindo também públicos específicos que tenham alguma ligação astrológica (Sinastria) que justifique essa momentânea conexão magnética entre as duas energias. É como se cada um fosse um imã, mas que atrai apenas outros imãs com energias correspondentes. Com Sol em Leão acontece que todo mundo tá com o seu imã bem potente.

Leão recebendo seu regente, o Sol, nos dá a oportunidade de revitalizar áreas da vida que precisam dessa pulsação anual. É fundamental abrir-se para as energias positivas que o Sol. Quanto mais o ego se desprender da necessidade de reconhecimento e substituir essa necessidade pela generosidade e bondade da essência, mais transformador e positivo será o resultado da passagem do Sol em cada área da vida, pois você já sabe “o que fazer com o seu Sol”.

LUZ PAZ AMOR HARMONIA PROSPERIDADE

Carlos Falcão é membro associado da CNA

Sobre o Autor

Astrólogo e psicólogo (UniFMU - 98) especializado em Adolescência, Terapeuta Reikiano, Membro Rosacruz (AMORC), Grande Fraternidade Branca e Xamanismo, Carlos Falcão é autor de diversos textos e trabalhos bastante reconhecidos na Astrologia, também atuando como colunista da CNA. Como profissional, seu trabalho segue uma linha terapêutica (Astropsicologia), Atende nas áreas Clássica, Cármica além de fazer previsões e sinastrias, tendo sido também um dos pioneiros em atendimentos on line.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *