Sol entra em Touro – Colocando as mãos na massa… ( Carlos Falcão )

18 de abril de 2015 Artigos no comments

SOL entra em TOURO

20/04 – 06:42

 

Nada como ter um campo amplo de possibilidades em desenvolver ideias percebendo que elas tomam forma e se desenvolvem resultando em conquistas concretas. Em qualquer projeto que se apresenta internamente há o momento de idealizar, planejar, verificar possibilidades até que chega o momento de colocar as mãos na massa para produzir o que se deseja obter. Aquilo que já foi pensado e programado deve seguir agora esse momento.

A lunação ariana dá impulso suficiente para que touro não tenha tanta tendência à lentidão e/ou preguiça. Haverá uma intensidade de impulso concretizador em touro que nem sempre está presente e que pode ser muito bem aproveitado.

A busca pela estabilidade (principalmente material) irá passar pelo envolvimento concreto de cada um com o caminho que escolheu para obter sua subsistência. Ela não virá enquanto esperar, mas tem caminhos abertos a serem semeados e um terreno fértil para poder produzir e alavancar a própria capacidade de trabalho. Todos estarão em algum nível com um impulso produtivo que enfrentará dificuldades em permanecer presente quando Sol, mercúrio e Marte estiverem no instável signo de gêmeos.

Cuidado com a saúde. Touro vai trazer mais vontade de vivenciar com mais intensidade os prazeres sensoriais. O mais evidente são os sabores. A oralidade que remete aos primeiros tempos de vida e simbolicamente também está ligada as carências afetivas pode surgir com maior força impulsionando cada um a “suprir carências com serotonina”. Nesse caso é bom saber que além de chocolate, o tomate, banana e o vinho também contém triptofano (principal precursor da serotonina).

É um período em que o autocontrole se defronta com dificuldades nessa entrega aos prazeres. Em Áries é a agressividade que tem que ser controlada. Em touro são os prazeres que devem estar continuamente sendo trabalhados como hierarquicamente inferior à importância do equilíbrio físico. Por outro lado pode haver exageros nos cuidados com o próprio corpo, trazendo um lado narcísico de obter prazer ao admirar si mesmo. Como disse, mantenha o equilíbrio… Onde se encontra touro no seu mapa natal? E como está o contexto de Vênus (regente de touro) na sua carta astrológica? Isso vai mostrar melhor “por onde” essa vibração tende a afetar cada um individualmente.

Todo contato com a natureza não é somente bem vinda como pode ser um grande auxiliar na reestruturação da própria energia. Nenhum signo se reabastece tanto em contato com a natureza em sua forma “intocada” como Touro… Salvo quem ainda tem a vibração taurina com apegos ao luxo e os prazeres dos confortos que o dinheiro pode comprar.

É uma boa ideia não confundir obstinação com teimosia. A capacidade de se manter em constante produtividade é uma aliada poderosa, mas de nada adianta estar “indo bem” se a direção não for a correta. A convicção que cada um sente “em tempos taurinos” pode e deve ser convencível. A verdade absoluta só tem residência fixa na ignorância. A sabedoria está em se abrir continuamente para novos conhecimentos, conceitos e experiências que aprimorem evolutivamente os conceitos e valores pessoais.

“Carregue menos peso”. Desapegar de amarras do ego em função da ampliação dos horizontes é um dos desafios mágicos de touro, que fornece sempre e em qualquer situação “faca e queijo”. Permita-se perceber quais são as amarras que possam dificultar sua caminhada… E desamarre.

 

LUZ PAZ AMOR HARMONIA PROSPERIDADE

Carlos Falcão

Sobre o Autor

Astrólogo e psicólogo (UniFMU - 98), Terapeuta Reikiano, Membro Rosacruz (AMORC), Grande Fraternidade Branca e Xamanismo, Carlos Falcão é autor de diversos artigos e do E-book "Aprendendo a Ler o Mapa Astral", tambémé Conselheiro na atual gestão da CNA. Como profissional, seu trabalho segue uma linha terapêutica (Astropsicologia), Atende nas áreas Clássica, Cármica além de fazer previsões e sinastrias, tendo sido também um dos pioneiros em atendimentos on line unindo Psicologia e Astrologia.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *