Artigo de Patrick Giani – O trígono entre Júpiter e Urano 2014-2015

16 de agosto de 2014 Artigos no comments

O artigo a seguir foi escrito pelo Astropsicólogo, espiritualista e escritor Patrick Giani (http://www.giani.fr/ ou http://www.jupitair.org/) e publicado no site http://www.elishean.fr/ em 01/07/2014.

Tradução Leonardo Lemos – coordenador do núcleo social da CNA.

É com grande prazer que eu lhes anuncio o fim da quadratura em signos cardinais, que debutou na Cruz Cósmica de 2010, seguida dos períodos cruciais e dolorosos do verão (inverno para o hemisfério sul) de 2012 e 2013, e que finalmente se extingue neste mês de julho.

Que fique claro que o quadrado Urano-Plutão ainda não terminou, visto que irá se reproduzir no próximo inverno (verão para o hemisfério sul), mas não mais acompanhado de Marte e Júpiter em dissonância (com exceção de 11 de novembro, com Marte em conjunção a Plutão).

Como eu havia escrito no último artigo publicado em abril, em face às resistências plutonianas e à adversidade marciana, Urano, o inovador, decidiu então somar à pressão até o fim de julho com a entrada do Sol em Leão, a quem se juntará Júpiter, que começará sua série de trígonos a Urano.

New Moon 27-04

Nesta carta do céu de 27 de julho, destacam-se os luminares conjuntos a Júpiter e todos em quadratura a Marte. Porém este já terá terminado sua passagem por Libra, onde permaneceu por quase oito meses e começa, desde Escorpião, seu trígono a Netuno, operando no sentido dos seus próprios ideais. Como consequência disso, a partir do mês de agosto, a paz começará a se fazer presente novamente nas mentes dos seres humanos.

O « turning point » da segunda quinzena de julho
Sob todos os pontos de vista o mês de julho mostra uma mudança de energia excepcionalmente particular. Vejam em especial:
– no dia 17, Júpiter entra em Leão
– no dia 20, Saturno volta ao movimento direto
– no dia 22, Urano fica retrógrado
– no dia 27, Marte entra em Escorpião

Notoriamente Júpiter irá começar a distribuir sua proteção, grandiosidade, oportunidades e sorte aos signos de Fogo do Zodíaco, pelo intermédio de Urano. Leoninos, arianos e sagitarianos dos dois primeiros decanatos estarão enfim sob os holofotes, não se fazendo mais necessário, portanto, fazer tanta força para persuadir os demais a respeito de seus talentos e coragem. O espírito inovador de Urano, bloqueado desde 2013 pelas resistências e medos do mundo velho, vai poder finalmente se expressar e propor suas ideias revolucionárias. Urano em Áries retrógrado até 22 de dezembro para que todas essas belas ideias ganhem mais corpo, enquanto Saturno volta a caminhar para frente em Escorpião, dando aos projetos financeiros que estão em andamento uma segunda chance (a primeira foi em novembro de 2013, quando sai da zona onde havia retrogradado).

De todos os modos, a redistribuição das cartas na mesa já começou desde a grande quadratura do mês de abril, mas até o presente momento ela está de fato imersa em confusão, agressividade e negatividade. Isto pode ser diferente caso as prioridades mudem, as mentalidades evoluam, as consciências despertem…

A mudança no âmbito político

Não vamos sonhar, pois nossos dirigentes não irão mudar o mundo e eles ainda agem seguindo os antigos paradigmas, tendo muito medo de perder seus privilégios. Mas se as pessoas que na sua grande maioria clama por mudanças, puserem as mãos na massa, a mudança então se fará. Como o trígono vai favorecer os nativos de Leão, podemos citar desde então os que vão “de vento em popa”:

– O presidente François Hollande, cujo Mercúrio está a 8° de Leão e o Sol a 18°. Sem dúvida subirá um pouco nas pesquisas, mas sua Lua oposta a Júpiter continuará a sofrer as quadraturas de Urano…
– Marine Le Pen, cujo Mercúrio e o Sol estão a 11° de Leão.
– Jean-Luc Mélenchon, cujo Sol está a 25° de Leão, estará então em evidência no verão (inverno para o hemisfério sul) de 2015.

Citemos também a Obama, cujo Mercúrio está a 02° de Leão e o Sol a 12°. Entretanto, estando seu Sol em quadratura a Netuno na carta natal, é possível que cometa alguns erros de estratégia. Isto se aplicaria a todos os leoninos, pois Júpiter tem a tendência a ampliar os traços de caráter do Sol sobre o qual transita. Que tenham cuidado então e sejam bem humildes…

Como Leão está relacionado com à cena, Júpiter vai favorecer aos artistas e a todos que trabalham nesse setor. O conflito na indústria do espetáculo vai se resolver rapidamente.

25-09_jupiter urano chart

O trígono de Júpiter a Urano será exato em 25 de setembro, aos 14° / 15° de Leão (carta acima), em 1º de março de 2015 na retrogradação aos 14° de Leão e por fim em 21 de junho 2015 aos 20° do mesmo signo. Nós teremos então o prazer de falarmos novamente no outono e na primavera de 2015 (primavera e outono de 2015 para o hemisfério sul).

Quem tiver o Sol em Leão, em Áries ou em Sagitário nesses graus não sentirão tédio, pois Urano, que representa as reviravoltas, lhes reserva algumas surpresas! De um modo semelhante, quem tiver a Lua, Mercúrio, Vênus ou Marte pelos arredores desses graus também será beneficiado por apoios e ajudas providenciais, ou simplesmente passarão por uma renovação na esfera das amizades. Como tudo está ligado no Cosmos, os outros signos se beneficiarão à medida que saibam acolher aquilo que a Vida lhes der e abram seu coração.

Eu lhes desejo toda a felicidade…

Que a Luz guie seus passos.

Sobre o Autor

CNA (Central Nacional de Astrologia)

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *