O Mapa Astral de Assuramaya

27 de janeiro de 2011 Artigos, Homenagens Comentários desativados em O Mapa Astral de Assuramaya

por Marilda Bourbon

Assuramaya era o sócio número 1 do SINARJ, tendo participado desde o inicio da fundação do nosso sindicato com garra e dedicação, como só ele sabia fazer em prol da sua amada Astrologia. Na gestão de Celisa Beranger foi agraciado com o titulo de Sócio Benemérito.

Nascido em 21/06/1929 às 22h00 em Apodi, Rio Grande do Norte, apresentava o Sol em Câncer, o Ascendente em Peixes e a Lua em Sagitário.

 Assuramaya: canceriano

Como todo canceriano, apresentava uma grande sensibilidade e apreensão de tudo o que ocorria à sua volta. O Sol em trígono com o Ascendente lhe dava a capacidade de mostrar o seu amor pelas coisas que lhe eram caras. O Sol em sextil com Netuno lhe deu a intuição e a oportunidade de desenvolver talentos e buscar conhecimentos que lhe ampliaram a visão da vida, a percepção humanitária e também a compreensão da natureza.

A oposição do Sol com Saturno o fez se conscientizar de suas limitações e buscar as suas qualidades para superá-las. A Lua conjunta a Saturno o fez muitas vezes brigar entre a emoção e a razão. A Lua em trígono com Marte o fez agir muitas vezes de forma impulsiva , confiante e idealista na luta por suas metas sociais. A quadratura de Júpiter com Netuno lhe conferiu fortes emoções e fantasias e aumentaram a sua capacidade de ser impulsivo.

A quadratura de Urano com Plutão o fez buscar o autoconhecimento para poder realizar transformações internas, que muitas vezes lhe ocasionaram intensos conflitos. Urano em trígono com o Meio do Céu o fez buscar novos conhecimentos e querer renovar a carreira com a qual se envolveu intensamente.

A quadratura do Nodo Norte (em Touro) com Marte o fez buscar as qualidades de força de vontade e vitalidade.

Para analisar com profundidade o mapa de Assuramaya, teríamos que ocupar todo o espaço do site da CNA, pois em tão poucas linhas seria totalmente impossível interpretar o Mapa natal de um canceriano com suas múltiplas facetas, com Ascendente Peixes – que o fez ser a pessoa sensível, mas ao mesmo tempo enérgica nas suas convicções, – com uma mente voltada para o amanhã (Lua em Sagitário). Nesse momento, me vem à lembrança o Dane Rudhyar, que na sua definição de Câncer nos diz: “O canceriano ou conta estória ou faz História.” Temos a certeza de que este canceriano fez História.

Ao analisar a progressão por “ponto-idade” do Método Huber, vemos que no dia 18/09/2007 o ponto-idade de Assuramaya passava sobre seu Urano, o que demonstrava uma grande modificação e ruptura com velhos sistemas e início de uma nova caminhada.

Marilda Bourbon é astróloga, vice-presidente do Conselho Deliberativo da CNA e presidente do SINARJ

Sobre o Autor

CNA (Central Nacional de Astrologia)