Lunação em Escorpião e eclipse

21 de outubro de 2014 Notícias no comments

No próximo dia 23/10/2014, o  Sol, a Lua e Vênus entram em Escorpião. Trata-se da Lunação Escorpiana (Eclipse Solar)

 

Sol                08:57
Vênus           17:52
Lua                18:10
Lua Nova – 18:57 (Eclipse)

 

Vamos Nos Preparar para tentar olhar com a maior amplitude possível um momento que por si só já é um “intensificador” de experiências emocionais. Nesse ano teremos uma lunação peculiar e muito intensa, merecedora de uma atenção “retriplicada”. 

 

Algumas mudanças são intencionais, outras inevitáveis.

 

Entre a entrada do Sol em escorpião e a Lunação (Lua Nova) escorpiana há um espaço preciso e exato de 10 horas.

 

Sol às 8:57
Lua as 18:57

 

* Haverá Eclipse Solar (visível no Hemisfério Norte)

 

Ah… Mais um “brinde”. As 17:52 (aproximadamente uma hora antes do Eclipse) Vênus também estará deixando Libra para se aprofundar no intenso signo de escorpião, sendo partícipe desse bolo todo (incluindo o Eclipse), trazendo junto as energias e vibrações taurinas e librianas (ambos regidos por Vênus)…

 

Três dias depois… 

 

Marte entra (exaltado) no disciplinado signo de Capricórnio – 26/10/2014 – 07:43

 

Antes de entrar na leitura desse momento propriamente acho importante desmistificar um pouco alguns conceitos que infelizmente se cristalizam popularmente, restringindo a visão sobre o potencial maravilhoso que cada um dos doze signos possui na natureza de sua essência. Alguns arquétipos em geral são mais carregados de uma visão negativista ou preconceituosa e muitas vezes injusta… Escorpião é um deles.

 

Leve em conta que escorpião é o signo mais profundo do zodíaco. Emocionalmente profundo. Não há quem te coloque em contato com as emoções de forma tão visceral e intensa como escorpião. As profundezas emocionais são ingredientes do DNA do escorpião. Seja para o lado bom, ou para o lado não tão bom. Como todo signo, tem os dois lados.

 

Escorpião amedronta e intimida por ser, entre outras coisas, o arquétipo que simboliza o maior medo inconsciente de quem está vivo. A morte… Ou melhor, as mortes. Não apenas a física, mas os lutos, transformações os processos de curas emocionais, os desapegos dos desejos… Em geral são situações extremamente desafiadoras e representam momentos de transição, resistência e dor emocional, e não exatamente de vivência da felicidade.

 

Porém uma das maravilhas de escorpião está justamente em transmutar e fazer renascer qualquer força ou energia.

 

*** Se um dia você “morreu e renasceu”, agradeça a força de escorpião que está em seu mapa.  Além do bônus da transformação alquímica profunda ele é o maior responsável pela regeneração da sua capacidade de sentir e Amar. ***

 

Todos têm os 12 signos em algum ponto do mapa (casa astrológica), regendo alguma área da vida.

 

Tendo colocado isso…

 

Que tal abrir um pouco espaço dentro de você para agora tentar perceber que “ventos esse pessoal está trazendo” (Sol + Lua+ Vênus) entrando “ao mesmo tempo” em escorpião? Com Eclipse Solar.

 

Uma das transformações estará centrada na forma com a qual se relaciona com o outro e mesmo forma parcerias, conjugais ou não. Além da própria forma de se relacionar, tudo aquilo que em geral lhe atrai para iniciar ou manter relações, aí envolvendo todas as relações como amizades, contatos e pessoas queridas próximas, também estará em intensa transformação. Ao menos poderá sentir que você e algumas pessoas já “não pensam da mesma forma”. Não é falta de carinho, Amor ou sentimento em relação a uma pessoa querida, mas sim uma bifurcação onde cada um tem um caminho natural a seguir, gratos mutuamente pelos momentos que compartilharam e puderam transformar um pouco o outro assim como a si mesmo. Companheiros de viagem por vezes passam apenas parte do tempo da jornada ao lado, trocam, mas depois cada qual continua seu voo… Afinal todo e qualquer voo é sempre pessoal e individual.

 

Alguns se vão, tomando outros rumos enquanto espaços são abertos para quando aparecerem novidades, elas estarem agora mais sintonizadas com o que cada um é hoje e o que cada um emana de seu próprio Ser, agora num momento “pós-renascimento”.

 

As pessoas cumprem funções cármicas com as outras. E muitas vezes com nítido início, meio e fim. Escorpião sempre carrega um papel importante na hora de identificar padrões cármicos que estão sendo desintegrados pela sua própria natureza. Padrões que precisam ser trocados, transmutados para que seu corpo emocional esteja livre e totalmente curado das amarras inconscientes que cada um constrói, utilizando o passado e as experiências mais marcantes/traumáticas como matéria prima… Matéria prima que também é usada como ingrediente de autossabotagem (explico melhor abaixo).

 

Esse é um período de resgate e que deve ter momentos mais agudos, principalmente por conta do eclipse que sempre joga uma “lenha na figueira” das situações emocionalmente mais difíceis ou desafiadoras. Veja onde ele cai no seu mapa e procure se preparar para um aperto maior nessa área da vida. O dia da Lua Cheia (6/11) tem potencial para catalisar acontecimentos que possam intensificar qualquer contexto ou momentos de crise.

 

Outro desapego ou transformação de vínculos pode estar acontecendo no campo dos prazeres sensuais. De alguma forma eles podem estar agora tão evidenciados que seria por aí o canal de vulnerabilidade emocional. Todos os cinco sentidos estarão profundamente alterados de forma que as experiências sensoriais tendem a estar chamando a atenção com maior força, podendo desfocar rumos e em casos mais negativos promover comportamentos autodestrutivos. Situações como o consumo de drogas e/ou álcool em excesso, gula desenfreada, ninfomania temporária… Um traço obsessivo com finanças e dinheiro também podem surgir em decorrência da real necessidade em buscar manter sob controle o consumo de recursos naturais/materiais de forma geral. Pode haver uma nítida sensação de perda de controle que gere uma reação forte, intensa e que ultrapassa os limites do razoável, podendo oferecer uma situação obsessiva, principalmente se surgir um sentimento de possibilidade de dependência material alheia.

 

O caminho de cura/regeneração/amadurecimento emocional pessoal sugere a cura também das relações. É necessário o desapego de tudo o que é do passado e que reside no presente apenas porque você permite. É hora de reciclar o lixo que precisa ser reciclado assim como jogar definitivamente aquele que não pode nem ser reciclado e tem que ser jogado fora… Sem dó.

 

Haverá um mergulho profundo nos próprios processos emocionais a fim de fazer um “inventário completo” daquilo que continua ocupando espaço desnecessariamente e o que pode ser reaproveitado. As emoções estarão expostas e essa exposição traz uma sensação de vulnerabilidade que deve gerar uma reação intensa, que acontece sempre que o corpo emocional se sente ameaçado…

 

Maaassss….

 

Esse ciclo vai “pegar cada um pelo cangote” e fazer olhar algumas das próprias sombras emocionais na marra. Não se restringe apenas as emoções como um todo, mas também com a abordagem e postura pessoal na vida amorosa. A passionalidade estará elevada, pressionando o corpo emocional a buscar a qualquer custo a “fusão” emocional com o objeto de desejo/Amor/obsessão. Fusão emocional é o paradoxo de escorpião, pois ela gera a insegurança pelo controle não pertencer apenas a um (o “Eu”). A simbiose desintegra os limites do Self.

 

Os lados mais escuros da forma de se relacionar amorosamente podem aparecer também com uma dificuldade em manter as próprias fantasias sexuais em segredo, como se o momento fosse propício ou pressionasse cada um a explorar de forma mais próxima alguns anseios e desejos sexuais que em geral preferem deixar guardados por serem “menos ortodoxos” ou menos aceitos socialmente, ou que representem aspectos do corpo emocional que não se pretende que seja percebido socialmente. Claro, isso segundo o próprio julgamento sobre o que seria um comportamento sexual “normal” ou saudável. Cada um tem uma forma diferente de identificar e se posicionar. Quem se relaciona e tem vida sexual ativa vai perceber nitidamente nesse ciclo como a vida sexual do casal poderá ter um tempero mais lascivo ou algo diferente e menos romântico presente. Ao menos um dos dois pode tentar estimular algo assim. A perversão sexual também faz parte desse arquétipo presente nesse ciclo.

 

Se tiver um signo que tem verdadeiro pânico de conseguir o que mais deseja, é escorpião.

 

Para aprofundar a compreensão individual desse momento extremamente intenso é fundamental que você encontre no seu mapa natal onde está esse ponto (entre 0° e 1° de Escorpião). Em um mapa poderá reger a carreira, em outro poderá estar regendo a família… Num outro a saúde… Isso vai depender do ascendente. Para saber seu ascendente é necessário saber além da data e cidade de nascimento, o HORÁRIO exato.

 

Não haverá processos iguais. Cada um terá seu mundo transformado em alguma área da vida ( e de um jeito diferente) de acordo com o ponto onde essa lunação/eclipse acontecerá.

 

Um ajudante “de última hora” (Marte) dará uma força muito útil para que cada um tenha responsabilidade na condução dessas transformações que vão ter consequências diretas no comportamento e na forma de cada um se apresentar ao mundo. A forma de se posicionar e olhar algumas situações estará sendo mudada definitivamente e marte vem dar consistência ao movimento de mudança, resistindo e levando adiante aquilo que precisa ser levado com perseverança, disciplina e sacrifício. Ele ajuda cada um a “bancar” suas mudanças ativando canais para que as ações e iniciativas e escolhas estejam convergentes com as necessidades de mudança do corpo emocional. Capricórnio evita que marte seja tão imprudente e impulsivo, canalizando iniciativas para fins concretos, maduros e menos acelerados.

 

Se você precisa superar algo, marte em capricórnio é excelente para dar esse impulso. Aproveite porque ele poderá ser em algum momento seu melhor ponto de apoio. Manter o foco, a resistência e a caminhada para rumos positivos, bons e que te levem a um trilho positivo. Isso vai exigir esforço e concentração… Vai exigir comprometimento com o próprio Self… Vai exigir sacrifícios sim… E cada um deles valerá a pena. Essa é uma certeza inevitável.

 

Antes de reclamar sobre o momento, mais uma vez agradeça. O tipo de mudança e transformação desse ciclo não é momentâneo. É algo que está transformando coletivamente as almas trazendo um caminho bem aberto para que cada um se aprofunde no “Eu”, estude o seu próprio “Eu” e compreenda principalmente duas coisas… 1 – Aquilo que precisa mudar e que depende do livre-arbítrio, 2 – compreender e aceitar aquilo que vai mudar, você querendo ou não.

 

Será inevitável que a luz do Sol ofereça uma visão clara, nítida e ampla sobre os próprios complexos emocionais profundos, escondidos na medida em que o corpo emocional fica ultrassensível. Não há como alguém guardar dentro de si próprio segredos e escondê-los de si mesmo pra sempre. É justamente uma das principais “pautas” desse ciclo solar e lunar. Tirar do fundo do baú, olhar, refletir e trabalhar com esses conteúdos mais íntimos e secretos.

 

Ahh sim… As Sabotagens… Digo, autossabotagens inconscientes a vista !!!

 

Esse ciclo pode fazer com que as individualidades procurem transformar aquilo que elas têm em algo mais profundo, ou as vivencia de forma mais intensa. Essa intensificação da conexão emocional com o afeto pode promover problemas com a confiança. Quanto mais se procura a “fusão” maior a sensação de vulnerabilidade que gera um desequilíbrio suficiente para que a desconfiança surja como um meio de defesa das próprias emoções, que precisam aí voltar a um estado psicologicamente seguro. A desconfiança gera ciúmes e promove uma abordagem diferente nas convivências, transformando por consequência a relação como um todo e até mesmo a participação do outro nesse contexto. É quando surgem comportamentos manipuladores, vingativos e controladores, visando manter o outro dentro de um “limite” onde ele não possa ameaçar suas preciosas profundezas emocionais. Isso altera radicalmente toda uma relação e a forma do outro se vincular… Em regra isso é o 1o ponto de corrosão de qualquer relação, seja de amigos, parentes, cônjuges ou colegas de trabalho, salvo pessoas que “preferem” a submissão.

 

Esse caminho vibracional negativo deve ter uma atenção específica. Segredos geram desconfianças, ciúmes, favorecem comportamentos descontrolados, por vezes obsessivos. Nesse caso a manipulação visando recuperar o controle sobre as próprias emoções aparece. Por vezes mais nítido e em outros momentos mais sutis. Depende do “talento do autor”.

 

Buscar constantemente trazer leveza sem superficialidade para suas relações pessoais vai minimizar bem as possibilidades de autossabotagem inconsciente surgir com mais influência do que deveria.

 

Se escorpião sugere desapegos eles podem ser provocados de diversas formas. O que escorpião não sabe fazer é “não demolir tudo”. Promover uma desconstrução gradativa e seletiva ao invés de “passar o trator” em cima de algo. Apenas para “corrigir” o sentido do “trator” vale lembrar que escorpião transforma, transmuta, mas ele destrói tudo quando é necessário. Mas é importante relembrar que isso faz parte da alquimia purificadora em níveis mais profundos e que tem sua morada nesse arquétipo tão poderoso.

 

Ninguém gosta do trabalho de regeneração. A sensação de morte e renascimento emocional, seja de uma relação, de um trabalho perdido, uma amizade rompida ou mesmo a perda de alguém querido é a sensação emocional que o ser humano mais procura evitar e se afastar. Quanto mais houver resistência maior tempo vai durar o “incômodo”. Quanto antes mergulhar com uma curiosidade insaciável de conhecer suas profundezas, tudo se tornará mais leve, pois você saberá o que está acontecendo, porque está acontecendo e principalmente saberá pra onde deve conduzir seus renascimentos…

 

Fênix todo mundo é em diversos momentos da vida… 

 

O que define o Ser é pra onde ela levanta voo depois que renasce…

 

Luz Paz Amor Harmonia Prosperidade

 

Carlos Falcão

 

Sobre o Autor

Astrólogo e psicólogo (UniFMU - 98), Terapeuta Reikiano, Membro Rosacruz (AMORC), Grande Fraternidade Branca e Xamanismo, Carlos Falcão é autor de diversos artigos e do E-book "Aprendendo a Ler o Mapa Astral", tambémé Conselheiro na atual gestão da CNA. Como profissional, seu trabalho segue uma linha terapêutica (Astropsicologia), Atende nas áreas Clássica, Cármica além de fazer previsões e sinastrias, tendo sido também um dos pioneiros em atendimentos on line unindo Psicologia e Astrologia.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *