Lua Nova de Áries – Quando a alma quer vitória

27 de março de 2017 Arquivo, Artigos, Ciclos Astrológicos, CNA Internacional, Comunicação CNA, Lua Nova / Lunação, Mecânica Celeste, miscellaneous no comments

Quando a alma quer vitória

 

 

Áries representa o início de tudo, os impulsos mais instintivos do homem, movido puramente, num primeiro momento, pela pulsão da vida e da sobrevivência, mas em busca de algo maior. Podemos entender mais os arquétipos associados a este signo através de seu mito, Jasão e os Argonautas.

Jasão foi lançado ao mar por Pélias, seu tio, após este usurpar o trono do reino. Salvo pelos Deuses e criado pelo Centauro Quiron, Jasão vai recuperar o trono que é seu por direito ao atingir a maioridade. Pélias concorda em ceder o trono em troca do velo de ouro, a lã dourada de um carneiro mágico que salvou Frixo (príncipe da cidade de Orcômeno) de ser sacrificado às custas de uma falsa profecia, levando-o ao reino de Cólquida. Por conta de tal feito foi atribuído ao velo de ouro o dom de trazer prosperidade, riqueza e auto-realização a quem possuísse. Frixo acabou sendo morto para que o velo de ouro permanecesse no reino e seu filho Argos foi jogado ao mar mas salvo pelos Deuses. Jasão e Argos, que tiveram o mesmo destino quando crianças, ficaram amigos e Argos ajudou Jasão a realizar sua tarefa de recuperar o velo de ouro, construindo um barco para que Jasão fosse à Cólquida e depois se aventurasse nos terríveis mares em busca do velo. O barco foi batizado de Argos e seus tripulantes, a maioria heróis amigos de Jasão, os Argonautas.

 

Jasão e Argos (1912, William Russell Flint, The Heroes in watercolour)

O mito nos mostra que a impulsividade e agressividade tão características do signo é reflexo de uma coragem e desejo por justiça pessoal e busca pela auto-realização, representada pelo velo de ouro que nada mais é que o troféu da aventura. Neste novo ciclo Lunar o arquétipo do herói é resgatado e poderemos sim nos sentir mais agitados, impacientes e impulsivos, mas com o propósito de despertar o Jasão que existe em cada um.

Portanto, esta Lunação é um chamado à luta. Que energia e desejo existem dentro de cada um que por alguma razão podem ser abafadas ou não satisfeitas no momento em que vêm à tona. Para Áries, a satisfação deve ser momentânea e suprimir tais instintos implica em criar uma sombra, um inimigo, em domar um animal selvagem. O que em nós não estamos atendendo? Somos fiéis ao que realmente somos e queremos?

 

No Mapa da Lunação observe a conjunção da Lua com Vênus que desde o dia 04 de março retrograda em Áries. Noto as relações sendo muito trabalhadas desde que Júpiter ingressou em Libra, no ano passado, mas seu ápice acontecendo agora que Vênus, regente de Libra, está retrógrado num signo considerado seu exílio, sua sombra. É como se o pior de nós viesse à tona e ficasse mais evidente através de questões afetivas (tudo que nos afeta) e nas relações, de qualquer natureza. Todos os instintos que reprimimos e a sombra que criamos têm mais força neste momento. É o desejo de encarar a aventura, com o mundo ruindo à nossa volta e os relacionamentos nos provocando justamente com o intuito de despertar esse herói adormecido em cada um.

 

Lunação de Áries – 27/03/’2017, 23h57′, Brasília- DF

 

O quanto projetamos nossas frustrações e medos no outro? O quanto esperamos que o outro complete algo que se julga faltar? O eixo Áries – Libra é o eixo do relacionamento e representa justamente a oposição entre o eu e o outro, a sombra projetada, a busca pela individualidade e ainda assim justiça nas relações, dois inteiros que formam um. O verdadeiro teste do quanto o afeto e o amor é verdadeiro se configura sob pressão, que é quando revelamos, muitas vezes, quem verdadeiramente somos. Seria esse EU verdadeiro cheio de amor ou de raiva? Se é a segunda alternativa o que o deixou com raiva? Vivemos agora, especialmente no Brasil, um período de muito intolerância, radicalismo e extremismo e praticar o amor e respeito ao próximo pode ser uma tarefa difícil. Mas como disse o filósofo Bertrand Russell em uma entrevista à BBC de 1959 “O amor é sábio e o ódio é tolo. Nós precisamos aprender a bondade da caridade e da tolerância”.

 

 

Quase 60 anos se passaram e esse discurso ainda é atual. A panela está cada vez mais sob pressão, mas como tudo funciona com opostos, quanto maior a pressão mais oportunidades temos de olhar para o amor, bondade e respeito. E a resposta não está lá fora ou no outro. Áries fala da própria identidade, de olhar para as necessidades pessoais, amá-las e respeitá-las. Quem o faz, tem a coragem de encarar o mundo e assim conquistar a prosperidade, da mesma forma que, no mito, Jasão desbrava o mundo atrás do velo de ouro. Quem olha para si é capaz de enxergar e respeitar os próprios instintos e só então poderá fazer isso com o próximo. Afinal, vemos um mundo sob o filtro do inconsciente e se nesse filtro não existe respeito e amor próprio, até pelas coisas que são ruins em nós, como podemos olhar para o outro com amor e bondade conforme descrito por Russell?

 

Vendo o dispositor desta Lunação, Marte está em Touro e em sextil exato com Netuno em Peixes, o que reflete justamente o momento de buscar mais esse ato de bondade e tolerância. Marte em Touro impõe paciência e perseverança, portanto é muito provável que o trabalho não termine tão rápido, por mais ansiosa que a energia ariana seja. Mas é preciso iniciar, deve-se ter coragem, a qual está atrelada ao quanto de fato se deseja algo, o quanto aquilo ressoa e é verdadeiro com a própria essência. No mito, Jasão queria o trono de volta, sabia que era dele por direito e não mediu coragem e esforço para conseguir. O que é seu por direito?

 

Jasão queria o trono de volta e não mediu coragem e esforço para consegui-lo. E o que é seu por direito?

Jasão e o velo de ouro (1670, tela de Erasmus Quellinus)

 

Já a Lua Cheia em Libra reflete um clima de mais tensão, pois fará parte justamente da Quadratura em T que se configura entre Júpiter em Libra, Urano em Áries e Plutão em Capricórnio. Talvez seja o momento para se despertar de fato, o momento em que a situação chega ao auge e a panela está prestes a explodir e não existe outra escolha a não ser respeitar as suas próprias vontades e necessidades, libertar-se (oposição a Urano) e eliminar (quadratura Plutão) o que não funciona. Os signos cardinais envolvidos são resumidamente um convite à ação. Vênus, dispositor desta Lua continua retrógrado, mas agora em Peixes, e em quadratura exata a Saturno. Quanto de amor e desejo reprimido existe? Quanto vamos ainda sonhar com uma situação ideal ao invés de arregaçar as mangas e lutar por isso? Isso pode ser refletido inclusive na própria condição social-política do país. O que está sendo pressionado e empurrado garganta abaixo e o quanto de fato concordamos com tudo que estamos vivendo? E se há revolta, o que estamos fazendo para mudar isso? Se não se faz nada a não ser condenar, provavelmente alguma ação parecida é realizada num outro nível. A sombra social coletiva é um reflexo da sombra pessoal e só se reconhece aquilo quando existe uma identificação. Mas a revolta é boa para gerar mudança, para chamar atenção para algo a que se deve olhar com mais carinho. A pressão é grande, mas quem estiver disposto a assumir o compromisso poderá encarar a batalha e apenas assim existe a chance de sair vitorioso.

 

Lua Cheia de Áries – 11/04/’2017, 03h08′, Brasília- DF

 

Portanto, estoure mesmo se for necessário, lute pelo que é de sua natureza, mas tenha consciência de que não está sozinho, de que suas ações influenciam não apenas a si próprio, mas também o mundo e consequentemente os outros.  Aí está o verdadeiro teste do quanto você ama de fato, principalmente do quanto se ama e tem coragem de atender os próprios instintos e não prejudicar o outro no processo.

 

d94c3b3d74ceac30e7514d660867bdb9

Sobre o Autor

Astrólogo formado pela Humaniversidade e Gaia - Escola de Astrologia. Atualmente colabora com horóscopo e matérias para o portal da revista Glamour.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *