Ingresso Sol em Cancer

21 de junho de 2014 Notícias Comentários desativados em Ingresso Sol em Cancer

Sabado – 21/06/14 – a – 3a feira – 22/07/14

Agora é hora de sentir. A fase que se encerra trouxe muita energia para o corpo mental e agora são as emoções que vão receber a presença solar e a função de trazer a evolução para cada essência.

A sensibilidade fica naturalmente mais aflorada pra todos, e cada um encontra a sua forma particular de expressar ou compartilhar essas emoções com o meio em que vive. Expressando ou não elas estarão ali, presentes em cada momento, e trazendo uma reação emocional interna em cada situação de vida, alterando “os olhos” com os quais se interage com a vida. Essa reação interna pode ou não gerar uma ação concreta. Mas imune aos sentimentos ninguém é.

É comum as pessoas terem maior dificuldade em esconder suas próprias carências e isso se torna mais nítido em cada um das mais diversas formas. Uma carência de uma pessoa pra conversar, namorar, parceria de trabalho, amizade… Seja qual for o ponto em que câncer está no seu mapa apontando carências, esse contexto irá ficar mais visível e mais presente na sua essência e nas áreas da sua vida onde o arquétipo canceriano estiver ativando.

Perceba que o fato de haver mais emoções não significa que isso seja necessariamente bom ou ruim. Apenas todos estarão sentindo mais do que “processando dados” como no Sol em Gêmeos. É um erro comum achar que sentir é melhor que pensar. O melhor é mesmo o equilíbrio entre todos os corpos, sem esquecer o psíquico, telúrico, espiritual, astral, etc…

Há sempre cuidados para se ter nessa transição solar de um signo tão mental para um puramente emocional. Em gêmeos a cognição encontra uma “zona de conforto” para lidar com adversidades e desafios. O ágil gêmeos rapidamente se adapta e cria uma forma de “ficar bem em qualquer ambiente”. Quando o sol entra em câncer isso muda e irá perceber que as emoções não vão dar conta de todo esse conteúdo interno do mesmo jeito que a mente. Há que se ter um período de adaptação menos ágil que em gêmeos para que não caia na armadilha de ter que manter, por puro apego ao passado, as emoções assumindo papéis que são na verdade funções racionais.

A ligação familiar fica mais forte. A necessidade de estar perto da família, do lar de origem ou mesmo contato com qualquer situação que remeta a esse passado também fica evidente quando as pessoas começam a se comunicar com algum toque de “infantilidade” como se fossem pessoas “mimadas demais”. É apenas a carência de uma vibração mais maternal que faz com que as pessoas projetem inconscientemente nas suas atitudes e até mesmo na fala um lado infantilizado e que “solicita acolhimento”. Há a fantasia inconsciente de que se voltar a agir/ser criança teria novamente a sensação de viver a experiência familiar que já não existe mais de fato. De alguma forma esse momento serve para trabalhar as relações familiares e a ressignificação de muitos acontecimentos que podem ser revistos com olhos mais maduros. O apego ao passado deve ser transmutado em impulso para continuar a vida e deixar nascerem as suas criações. É um momento auto terapêutico muito rico se bem aproveitado.

Com o Sol em câncer todos estarão mais compreensivos e com algum impulso de ajudar o outro em algo. Não se deve deixar que isso se torne um peso pra quem recebe ajuda ou pra quem oferece. O importante é “sacar” o que acontece no próprio corpo emocional e se trabalhar em cima dessa visão que houver de si mesmo. Não há obrigação que não venha de um impulso interno em fazer algo a mais ou diferente do que se faz.

Nesse trânsito solar sentimos com mais clareza o que realmente necessitamos para ser feliz, para que os sentimentos estejam servindo a felicidade, e não apegos ou desequilíbrios emocionais. Conhecer o que se sente é uma forma de se centrar e ajudar a bancar na sua própria vida o que pensa, sente e vive.

Amplie suas formas de sorrir e sentir bem. Receber família e amigos em casa pode ser uma ótima forma de interagir energias das mais sublimes e importantes que existem em seu redor.

Há o impulso para sempre buscar a satisfação emocional imediata. Com o Sol canceriano é um momento de criar paciência e ver que nem tudo o que acontece depende de você ou acontece por sua causa. Tudo depende da forma como cada um se relaciona com sua própria realidade. Mas o momento é excelente para se despojar dos apegos egóicos e deixar que a própria natureza lhe sussurre quais são as suas reais necessidades por trás daquilo que você pensa que precisa pra ser feliz.
LUZ PAZ AMOR HARMONIA PROSPERIDADE

Carlos Falcão

 

 

Sobre o Autor

Astrólogo e psicólogo (UniFMU - 98) especializado em Adolescência, Terapeuta Reikiano, Membro Rosacruz (AMORC), Grande Fraternidade Branca e Xamanismo, Carlos Falcão é autor de diversos textos e trabalhos bastante reconhecidos na Astrologia, também atuando como colunista da CNA. Como profissional, seu trabalho segue uma linha terapêutica (Astropsicologia), Atende nas áreas Clássica, Cármica além de fazer previsões e sinastrias, tendo sido também um dos pioneiros em atendimentos on line.