Entrevista com o Astrônomo Daniel Rutkowski Soler

27 de janeiro de 2011 Artigos, Entrevistas Comentários desativados em Entrevista com o Astrônomo Daniel Rutkowski Soler

Primeiro planetário a ser instalado na América Latina, em 26 de maio de 57, está na memória de muitos adultos que, na infância, sentaram nas poltronas antigas, olhando para o alto e vendo a projeção das estrelas e planetas. Em 1999, fechou para uma grande reforma, voltando a abrir as portas para o público em setembro de 2006. O projetor StarMaster é capaz de transmitir imagens, em tempo real, do telescópio Hubble ou da Nasa, mostrando o céu de qualquer ponto do sistema solar, indo e voltando no tempo.

Foi nesse local onde, pela primeira vez, um astrólogo foi convidado a participar de um evento oficial, Singularidade: Astronomia x Astrologia. Após as explanações, os astrônomos prof. Walmir Cardoso, Daniel Rutkowski Soler e o astrólogo Oscar Quiroga conversaram com a equipe da CNA. A paixão pelo que fazem é forte nos três, começando por Daniel, 22 anos, que nasceu no ano em que o cometa Halley passou e espera comemorar seus 76 anos com a próxima passagem dele. Walmir, um excelente contador de histórias, encanta a todos relatando mitos das constelações e passando um pouco de seu conhecimento numa linguagem acessível e arrebatadora. Quiroga, astrólogo, mais conhecido por seu horóscopo publicado no jornal O Estado de São Paulo, numa linguagem que mescla Astrologia e Psicologia, procura inserir o ser humano no cosmos.

 Daniel Rutkowski Soler

CNA- Como surgiu seu interesse por Astronomia?
Daniel: Sempre gostei de ciências em geral, desde os tempos de ensino fundamental. Mas a Astronomia, propriamente dita, surgiu na minha vida só depois que eu me identifiquei plenamente com a Física, percebendo que era isso que eu queria estudar na faculdade.

Quando comecei a planejar o meu ingresso no ensino superior, descobri a existência da Habilitação em Astronomia como uma das possibilidades existentes para o grau de Bacharel em Física na Universidade de São Paulo. Comecei então a cada vez mais me interar sobre isso; comecei a ler mais sobre Astronomia, até iniciar a habilitação e, então, vislumbrar um mundo novo de que eu não fazia idéia do quão grande poderia ser.

Mas, sem dúvida, começar a trabalhar no Planetário do Parque do Carmo e, depois, no Planetário do Parque do Ibirapuera, foi um “empurrão” tão grande quanto cursar a habilitação no sentido de desenvolver o meu interesse pela Astronomia. Como resultado de tudo isso, planejo, para o próximo ano, ingressar no programa de Mestrado em Ensino de Ciências da USP, com um projeto relacionado ao passado, ao presente e, quem sabe, ao futuro do Ensino de Astronomia nas Escolas.

CNA- Quando e por que começaram os cursos de Astronomia para leigos?
Daniel: Os primeiros cursos sobre Astronomia, oferecidos na cidade de São Paulo, segundo me informou o professor Paulo Gomes Varella, datam de 1949, quando foi fundada a ASSOCIAÇÃO DE AMADORES DE ASTRONOMIA – AAA. Conheço pouco da história dessa associação, mas as principais informações sobre ela encontram-se, certamente, no site do professor Irineu Gomes Varella, diretor durante 20 anos do Planetário do Ibirapuera, especificamente no link www.uranometrianova.pro.br/historia/hda/0002/aaasp.htm.

CNA- Qual é o público-alvo?
Daniel: Ao longo dos tempos, foram oferecidos cursos, tanto pela AAA quanto pela Escola Municipal de Astrofísica, após a sua inauguração em 1961 (http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=3539), voltados para todas as faixas etárias e para todos os níveis de conhecimento. Desde cursos para crianças, até cursos totalmente gerais que qualquer indivíduo com formação compatível à adquirida no ensino fundamental pode cursar, passando por cursos bem específicos que exigem conhecimentos mais elaborados, por exemplo, sobre matemática, como é o caso do curso de Astronomia Esférica.

CNA- Qual é o perfil dos alunos?
Daniel: Em geral, os alunos que decidem realizar cursos junto à EMA são muito interessados. Todos os professores comentam que é um prazer dar aulas para esses alunos. As aulas “rendem” muito e o avanço dos alunos, ao longo do curso, é muito grande, já que são muito esforçados e estudam bastante.

CNA- Como é vista a presença de astrólogos nesses cursos?
Daniel: Não há discriminação alguma. Os professores apenas procuram deixar claro aos alunos as diferenças existentes entre Astronomia e Astrologia, bem como enfatizar que durante as aulas só são tratadas questões ligadas à Astronomia e às ciências afins.

CNA- Existe a preocupação em despertar nas crianças o interesse por Astronomia? Se sim, através de quais ações?
Daniel: Sem dúvida. Além de cursos e atividades educacionais e de entretenimento com temática astronômica, voltados especificamente para crianças, sempre fizeram parte da programação dos Planetários de São Paulo as chamadas sessões infantis, com linguagem e conteúdo apropriados e trabalhados de maneira a garantir a aprendizagem e o encantamento dos pequenos com o mundo da Astronomia.

CNA- Qual é a programação permanente de eventos abertos ao público?
Daniel: Atualmente o Planetário do Ibirapuera é a única dentre as três instituições que formam o complexo Planetários de São Paulo – Planetários do Ibirapuera e do Carmo e EMA – a possuir uma programação de atendimento ao público. Têm sido exibidas três sessões diárias aos sábados, aos domingos e feriados, sempre às 15h, 17h e 19h. O evento chamado Banho de Lua, que consiste na observação da Lua com os telescópios do Planetário do Ibirapuera, faz parte também da agenda de eventos permanentes. Todos os meses, no sábado correspondente à semana de lua crescente, sempre a partir das 20h, esse evento é realizado, desde que o céu não esteja nublado ou não esteja chovendo. Outros eventos, como o Sarau Astronômico e a Virada Astronômica, ocorrem com alguma freqüência, que não é totalmente regular. Para obter informações completas sobre a nossa programação, basta acessar o site http://www.prefeitura.sp.gov.br/planetarios, ou ligar para o telefone (11) 5575-5425 e falar com um dos atendentes.

CNA- Quem se interessar por cursos e/ou eventos nos Planetários de São Paulo, pode obter informações onde?
Daniel: Existem cursos semestrais – com uma aula por semana -, e cursos de férias – aulas todos os dias – oferecidos pela Escola Municipal de Astrofísica. Para saber quais serão oferecidos, e quando se iniciam os períodos de inscrição, basta acessar o site http://www.prefeitura.sp.gov.br/planetarios e clicar no link CURSOS; ou ligar para (11) 5575-5425 e falar com um dos atendentes.

DANIEL RUTKOWSKI SOLER É ASTRÔNOMO E MEMBRO DA EQUIPE TÉCNICA DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA DOS PLANETÁRIOS DE SÃO PAULO.

Sobre o Autor

CNA (Central Nacional de Astrologia)