2015, o Ano de Marte – Por Carlos Falcão

17 de março de 2015 Artigos no comments

FELIZ ANO NOVO !!! 

Sol entra em Áries – 20/3/15 – 19:45

… algumas horas antes…

** Eclipse Solar (Lua Nova) em Peixes **  –  20/3/15  –  6:36

————————————————–

Com um Eclipse Solar nas últimas horas do Ano de Júpiter…

O Ano de Marte vem chegando…

Um novo ciclo se aproxima e isso sempre faz com que de forma geral cada um mergulhe em uma retrospectiva pessoal sobre o ciclo anterior, sempre de olho “nas promessas do ciclo que virá”.

Vale a pena desvendar qual é a influência concreta e objetiva do planeta regente do ano na vida de cada um. Até que nível ele atua e tem forças suficientes para “matizar nossas ações”.

Fazendo uma analogia grosseira… Se nosso mapa natal é nosso “meio de transporte”, os trânsitos são “as condições da sua estrada/caminho particular”, e a regência planetária do ano em questão mostra o conjunto das “condições climáticas” coletivas (para todos) previstas para essa etapa da jornada. Essa divisão ajuda na identificação das camadas de análise astrológica que são obrigatórias se quiser aprofundar os estudos de forma personalizada. Essas camadas de análise individualizam o estudo do ciclo, desmembrando aos poucos aquilo que é coletivo e contextualizando na realidade pessoal de cada um. Dessa forma podemos aprofundar o uso da astrologia como uma “pessoa amiga pra todas as horas”.

Pra isso é fundamental consultar seu astrólogo de confiança e/ou ter conhecimento prévio sobre seu próprio mapa natal e os posicionamentos dos planetas.

Sobre 2015…

Vamos começar primeiro pelos obstáculos e depois sobre as possibilidades… Não será um ano fácil nem simples, mas fundamental para ser aproveitado por qualquer pessoa que queira DE FATO conquistar seus sonhos e trilhar caminhos DE FATO positivos em sua própria jornada.

Nesse ciclo Marte deverá trazer desafios ainda maiores que 2014. Observando o mundo podemos ver que a Harmonia está em um nível alarmante de tão baixo. Todos os canais que originalmente são para sublimação ou adequação social (política, religião, futebol, etc…) estão sendo utilizados como canais de vazão de energias que contém alto grau de agressividade, inconsequência e principalmente a alarmante ausência de consciência coletiva. Os canais coletivos estão submetidos a intenções individuais. Urano em Áries “faz estragos” de formas tão “imprevisíveis” que dificulta uma “preparação prévia” para eventos e fatos. Por isso nesse ano será da mais alta prioridade olhar para o “eu”.

Cada um olhando pra si mesmo e não para o outro…

Em qualquer área da vida em que haja interação a harmonia está passando por dias realmente difíceis. Em 2015 essa situação tende a se intensificar, exigindo de cada um esforços maiores para de forma criativa abrir canais novos e novas frentes “de vida” para se esvaziar de “sobras energéticas” que tendem a vir à tona com o tom inflamável dos impulsos agressivos, egoístas e individualistas.

Nesse ciclo, “estourar” e se posicionar de forma abrupta estará sendo um caminho tentador demais para todos os inconscientes pelo prazer que a descarga energética abrupta pode causar, sob a forma de alívio psíquico. Com Urano em Áries ainda “fritando eletricamente” (quadratura) Plutão em capricórnio, os canais coletivos e agressivos continuam acesos e agora com um uma “lenha adicional” nessa fogueira. É quando as reações de ira e raiva surgem, cumprindo a função vibracional de descarga orgástica, e a social de desarmonia.

Ainda poderemos encontrar outros problemas relacionados ao elemento fogo. O meio ambiente poderá sofrer “acima da média” com possibilidades de desastres ambientais causados pelo fogo. Isso deve se concentrar em países/regiões que tenham seu mapa também trânsitos atuando de forma que isso possa se concretizar… Eventos dessa natureza nesse ciclo tendem a alavancar maior participação popular e consciência sobre o tema. Como todos os temas “em pauta” atualmente os debates nessa área tendem a ser também inflamáveis. Mas deverá ser nítido que a falta de controle sobre os desastres e desequilíbrios do ecossistema planetário gradativamente irá atrair pessoas para se posicionarem frente ao assunto ambiental. Urano conjunto ao Sol deve dar impulso e iniciativa para questionamentos e posicionamentos coletivos questionadores de qualquer tipo de estrutura ou sistema vigente. O mesmo Urano que faz a terra tremer, traz também ainda em Áries boas novas em áreas ligadas a energia e tecnologia. Os avanços continuam acelerados até Urano entrar em touro, onde eles desaceleram, mas trazem preocupações diferentes como a artificialização da produção de alimentos (Monsanto… Etc…).

Com a necessidade também presente de encontrar uma forma de utilizar energia física os esportes podem ser canais excelentes para dar vazão a vibrações que sobram e nem sempre encontram uma forma de “sair de dentro” das pessoas. Aqui o cuidado é com o limite com o próprio corpo. Sem obsessão, mas usando o ciclo e o momento para uma transformação da cultura pessoal no que se diz ao relacionamento com o próprio corpo físico e a manutenção da saúde e bom funcionamento. Outro cuidado é com o espírito de competição.

Esporte é sério para a saúde, para fins sociais… O que acha que acontecerá com suas relações pessoas se debruçar sobre esse canal suas raivas e frustrações usando “times rivais” como objeto-alvo, seguindo o exemplo histérico das quadrilhas organizadas (digo, torcidas)?

Isso vale para as crenças espirituais e religiosas na mesma medida. As intolerâncias e frustrações pessoais travestidas (e projetadas) perversamente em expressão da vontade/verdade de “algum divino qualquer que o ego imaginou” fazem parte das principais fontes de desarmonia relacional. Ainda mais com Saturno em Sagitário (em breve publico texto sobre o assunto) a prepotência em se achar mais próximo “desse divino”, mesmo criado pelo próprio ego mental cria desequilíbrio nas relações. “Buscar corrigir o outro à força” (segundo seus valores egoísticos) usando argumentos filosófico-religiosos pode afastar quem realmente gosta de você do seu convívio. Identificar em si mesmo onde e em quais situações há tendência a “ser fanático” pode ajudar a cada um a enxergar suas próprias carências e fraquezas. É hora de “trazer para si mesmo” a responsabilidade pelo seu mundo interno sem ferir quem está em sua volta. Hora de olhar pra o próprio ego para se RE-criar. É um ciclo novo que sempre é bom para retomar conexões com as próprias raízes e assim rever a posição no mundo, reciclando e transformando conceitos e adaptando-os de forma a auxiliar a harmonia dos convívios pessoais.

Da mesma forma a libido oferece canais que devem ter também cuidados relacionados com os limites mútuos nas relações. A paixão pode ser fervorosa, mas não pode ser levada as ultimas consequências, ultrapassando o limite entre o saudável e o patológico. Marte representa uma energia masculina e altamente sexualizada. É esperado que as pessoas aumentem a importância da vida/prazer sexual nesse ciclo como forma de acalmar a alma, o corpo, a libido… Seja como for para cada pessoa em 2015 todos deverão ter aumento da intenção em manter relações sexuais e muitas delas poderão ser válvulas de escape. Em relações estáveis vale a pena aproveitar o momento e buscar novidades e estímulos que sejam mutuamente positivos e renovem os interesses mútuos (isso poderá ser precioso pra qualquer relação que já seja longa).

A inquietação generalizada deixa “o ar mais dinâmico/arisco” solicitando que se eleve naturalmente o estresse psíquico pela necessidade de estar mais alerta e atento em cada momento, detalhe e situação, nunca “baixando a guarda”, mas sim sempre de prontidão.

Em um ano como 2015 ter o mesmo nível de alerta concentrado no dia a dia que em outros anos poderá trazer situações com risco de acidentes. Desde os sem importância até os graves. O ritmo coletivo demanda que cada um se encaixe nessa velocidade. Ainda mais quando Marte estiver em Escorpião é melhor evitar viagens longas (principalmente aéreas). Acidentes aéreos são mais frequentes em anos regidos por marte, com particular intensificação quando se encontra em escorpião. No caso entre início de Jan/16 a início de Mar/16.

Dentro de um cenário coletivo “belicoso” todos estão mais sujeitos a serem mais agressivos, mais ariscos e com menor atenção para a necessidade da manutenção da qualidade das relações pessoais. Particulares, profissionais… Estamos falando de como um Ser humano trata o outro de forma geral… Como estará geralmente qualquer “ambiente psicológico”.

Tanta turbulência a vista… Ok… E aí? O que fazer com isso?

A resposta não é simples, mas começa pela simplicidade.

O Fogo…

O responsável pelas primeiras meditações. Pelo dia ficar mais longo e assim dar condições para que o Ser humano começasse a se distinguir dos outros animais pelo aprimoramento das capacidades racionais. O domínio do fogo permitiu que o homem voltasse para dentro de si mesmo iluminando a si próprio para poder construir os caminhos da evolução da espécie…

Voltar para si mesmo… Para se conhecer… Se RE-conhecer… Parece ser o ponto de partida para lidar com um Ano que tem promessas maravilhosas a serem cumpridas, mas com obstáculos “maravilhosos” na mesma proporção. O bom desses obstáculos é que os mais importantes dependerão apenas do esforço do livre-arbítrio de cada um para serem superados.

Marte representa o desejo, impulso e a intenção de agir. Ele solicita movimento com a imediata extinção da inércia. Ele não vai deixar ninguém “quieto”. Agora a potência com a qual as conquistas pessoais podem ser buscadas depende do alinhamento entre o movimento real e a intenção/desejo profundos de realizações.

É comum a percepção de que a vida “engessa” os movimentos obrigando cada um a caminhar por onde ela quer. É aí que entra o momento de sair desse “lodo” psicológico. Identificados os desejos íntimos, sabe-se quais estradas deve pegar. Quando de forma honesta e responsável buscamos nossa realização e o cumprimento da missão para qual vivemos abre-se um amplo leque de formas de ir atrás dessa forma de viver. O merecimento se abre naturalmente para as realizações.

O mais importante é extinguir a ausência de movimento em direção à própria felicidade ampliando as formas de se expressar e interagir. Essa é uma forma interessante pela qual se pode lidar com um ano “nervoso”. Cada um abrindo canais pessoais, novos e criativos. As possibilidades de realização serão apresentadas pela vida, mas a ação e iniciativa são obrigatórias. Sem o SEU movimento de iniciativa em transformar sua realidade, estará sujeito a ficar nessa onda que vai te levar pra onde ELA quiser. (lembrando que delegar a responsabilidade para a vida é também uma escolha pessoal). Tentar se esconder e abster-se da necessidade que a própria realidade tem em obter novos rumos tende a dar em resultados pessoais frustrantes. Marte não deixa muito espaço para invenções ou situações obscuras. Tudo é claro, direto, nítido e totalmente ao alcance da sua percepção. A confusão só se inicia se houver a tentativa de “culpar o outro” pelos próprios infortúnios, mas todos saberão exatamente qual é a postura de cada um.

Identifique em seu mapa como esse novo ano pode atuar. Em que situação está o arquétipo ariano em seu mapa? Como seu mapa está “encaixado” nessa realidade coletiva? É um estudo bem produtivo com resultados concretos de autoconhecimento.

Não… Não será um ano simples de lidar. O caminho é simples de identificar mas não tanto de vivenciar. Escolher alimentar a harmonia interna para passar por uma turbulência relacional coletiva de forma mais branda parece ser um bom começo.

Todo reinício de ciclo é potencialmente um momento de reavaliação e reestruturação. Nesse caso dos rumos e da convergência entre o que se quer e o que se faz. As transformações de merecimentos só ocorrem quando há interferência pessoal nas próprias dificuldades. Quando você “prova para a vida” que está desejando, agindo e merecendo as mudanças elas acontecem. O medo da mudança nesse ciclo fará quem estiver parado comer poeira… Poeira feita por que quem estiver sintonizado com as próprias demandas e agindo positivamente nesse rumo.

Abra-se para o novo sem medo de desocupar espaços com pedaços de vida que já passaram do prazo de validade. A hora é de reocupar espaços vazios com caminhos que ampliem a experiência da alma em sua evolução.

É um ano de aprendizados pessoais infinitos e imprevisíveis.

 

LUZ PAZ AMOR HARMONIA PROSPERIDADE

Carlos Falcão

Sobre o Autor

Astrólogo e psicólogo (UniFMU - 98) especializado em Adolescência, Terapeuta Reikiano, Membro Rosacruz (AMORC), Grande Fraternidade Branca e Xamanismo, Carlos Falcão é autor de diversos textos e trabalhos bastante reconhecidos na Astrologia, também atuando como colunista da CNA. Como profissional, seu trabalho segue uma linha terapêutica (Astropsicologia), Atende nas áreas Clássica, Cármica além de fazer previsões e sinastrias, tendo sido também um dos pioneiros em atendimentos on line.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *