♏ Scorpius – em essência e profundidade

22 de outubro de 2014 Artigos, Notícias 11 comments

Para os outros signos do zodíaco a vida às vezes muda… outras não. Para o signo de Scorpius ela nunca muda: é sempre uma eterna e constante transformação!

Habituado ao desapego, assiste e molda o seu destino mutante, evidenciando em sua conduta uma clara consciência da transitoriedade das coisas.

O escorpiano é gerado no final de janeiro, numa tarde de férias, ou numa turva noite de Carnaval de fevereiro… Enigmático e carismático, esse nativo é sempre acusado de ser muito fechado e introspectivo. Mas quem o conhece profundamente -à custa de muito sacrifício e dedicação- sabe que no seu íntimo não existe um real anseio por se mostrar fechado ou introvertido. Acontece que ele vive cada experiência de sua vida tentando encontrar o sentido oculto -ou divino- subjacente a todos os acontecimentos… e o nexo com as vivências passadas se processa no seu íntimo em níveis de raciocínio subterrâneo!

scorpius_illustration_a2

        Um simples acontecimento -que para as pessoas que o rodeiam pode parecer trivial- talvez represente para o escorpiano o elo final de um ciclo que se iniciou quando ele era um escorpiãozinho, passou por uma sofrida elaboração a partir de uma outra experiência da infância e culminou com alguma transformação essencial e estrutural, detonada por alguma vivência relevante da adolescência…

        Diante destes ‘simples acontecimentos’ que realmente ativam sua profusa vida interior, Scorpius capta o significado oculto ou transcendente do evento de uma forma muito intensa. Internamente, faz a ligação de muitas circunstâncias aparentemente desconexas, mas que em síntese formam a sequência do seu aprendizado e não se constituem como fatos isolados para ele. Só que para poder comunicar isto às pessoas que o rodeiam -e assim os outros terem ‘uma vaga ideia’ do que se passa no seu íntimo- ele teria que relatar sua vida inteira para corroborar o sentido. Como isto nem sempre é possível, acaba por vivenciar suas experiências de uma forma muito particular, um tanto quanto solitária, deixando transparecer só os resultados de sua sabedoria plutoniana.

        Scorpius é regido por Plutão, denominado também como o ‘Sol frio’, o planeta mais distante do sistema solar. Recentemente seu status como ‘planeta’ foi colocado em jogo e por algum tempo permaneceu desclassificado desta condição… Contudo, aqueles que tentaram rebaixá-lo de categoria desconhecem a força intrínseca deste astro condensado e tudo que conseguiram foi atear fogo ao ninho da Ave Fênix. Obviamente Plutão fez mais uma vez aquilo que melhor sabe fazer, e ressurgiu triunfante das cinzas, reivindicando sua condição original que nunca deveria ter sido questionada.

        Um raio de luz do Sol -que leva cerca de 8 minutos para chegar até a Terra- demora por volta de 5 horas e meia para chegar até Plutão. Ele é tão distante que em seu amanhecer -quando em virtude da rotação do planeta o Sol se levanta no horizonte- o Astro Rei brilha apenas como uma estrela de magnitude levemente superior às outras, em meio a uma bonita noite estrelada. Ou seja, a realidade de Scorpius é regida por um planeta no qual dia e noite se entrelaçam numa constante noite sem fim, com todos os significados e mistérios que o manto desta eterna noite poderia conferir a este singular Signo sem dia.

        Enquanto Plutão estava sendo avistado por vez primeira nos telescópios dos cientistas, o mundo conheceu o poder da energia nuclear, com as inesquecíveis explosões atômicas de Hiroshima e Nagasaki.

scorpius_illustration_b

        Estratégico, crítico, irônico, sarcástico, desconfiado e inquisitivo, o escorpiano tem o dom de sempre descobrir o “calcanhar de Aquiles” de todos aqueles que o rodeiam. Muito de sua fama provém dessa capacidade que tem para saber, com imediata certeza, qual é o ponto mais fraco e onde bate mais forte a insegurança de suas vítimas.

        Acusado de possuir um ferrão venenoso e implacável, ele semeia conscientemente à sua volta o bacilo da transformação, aquele que corrói subrepticiamente a estrutura decadente de tudo e a leva à degeneração prévia ao renascimento! Obviamente o comodismo, o conservadorismo e a resistência às mudanças consideram isto um veneno,  pois esta picada causa a revisão iminente de valores que se tornaram estagnados e força a visão de novos horizontes, o que em virtude do desconhecido muitas vezes pode representar uma ameaça.

        Quando Scorpius pretende colocar uma ideia em perspectiva e não o consegue por meio de seus próprios argumentos, permanece em silêncio e permite a seu interlocutor explanar suas ideias e conceitos à vontade. Posteriormente, reorganiza maquiavelicamente os argumentos expostos pela outra pessoa e reutiliza-os a seu favor para corroborar sua própria perspectiva, com uma certeza irrefutável que confere notável lucidez a esta sua estratégia, uma vez que o interlocutor deveria contradizer-se para continuar argumentando.

        O escorpiano sabe mostrar -quando quer- que pode mudar para tornar-se o que os outros esperam dele. Sua natureza indutiva se manifesta por meio de um comportamento no qual ele só dá o melhor de si e revela seu lado mais angelical, quando percebe que quem está interagindo com ele realmente está fazendo um esforço por mudar. Ao detectar qualquer sinal de acomodação ou relaxamento, ele exterioriza seu rígido nível de exigência, assumindo em sua conduta todos os defeitos que sabe incomodarem à outra pessoa e sobre os quais ele próprio já havia operado uma transformação. Dessa forma, ele confronta àqueles que ama por meio de oscilações que variam desde a mais intensa manifestação de amor até o mais indiferente dos cinismos.

        Essa pseudo-cobrança por transformação acontece porque ele se percebe constantemente mudando diante das situações da vida, sempre tentando ultrapassar alguma limitação pessoal ou amalgamando o ouro alquímico de cada dia. O escorpiano se testa, se exige e se pune também, sendo que ele tende a projetar tais autoexigências sobre as pessoas que mais ama! Esta projeção, longe de configurar-se como uma tendência manipulativa, responde a uma necessidade interna de sentir-se acompanhado no seu processo evolutivo -fator preponderante na sua perspectiva espiritual-. Quando o escorpiano começa a intuir que a diferença nos ritmos evolutivos irá significar um avanço solitário, lá na frente, em virtude da possibilidade de que quem ele ama porventura não venha acompanhar seu processo de transformação, ele se mobiliza por inteiro, na intenção de puxar e arrastar junto o ser amado numa tentativa derradeira de preservar Evolução & Amor presentes em sua vida. Pois acredite, a natureza desta Ave Fênix chamada Scorpius irá escolher a evolução solitária diante de um amor que não avança e não atinge a plenitude, mas isto não significa que ele não sofra com isso.

        Nativo de um signo Fixo de elemento Água, o Scorpius exerce um poderoso domínio de seu estado emocional [Fixo » Domínio – Água » Emoção]. Mesmo quando dentro do seu peito entra em erupção o vulcão de seus sentimentos e emoções, ele tem a capacidade de permanecer externamente frio, como uma pedra –uma pedra de gelo seco que, ao contato com a pele, produz graves queimaduras- pois o controle de suas feições e expressões vai além do que qualquer outro Signo sequer poderia imaginar!

scorpius_illustration_c

        Scorpius é o único signo do zodíaco que dignifica dois planetas transaturninos (regência de Plutão & exaltação de Urano) e debilita dois planetas pessoais (exílio de Vênus e queda da Lua). Inteligente, intuitivo e dedutivo, este nativo possui um extraordinário poder de interpretação dos enigmas e mistérios da vida. Enquanto Plutão lhe confere uma capacidade de penetração que vai buscar os significados mais ocultos no âmago e na essência de tudo, Urano lhe possibilita linkar suas descobertas e colocá-las em perspectivas assombrosamente lúcidas –na velocidade da luz- nas quais cada conclusão potencializa a seguinte e retroalimenta a sede de Plutão por trazer o oculto para a superfície da consciência. Ainda que suas conclusões afetem suas escolhas de vida ou suas relações, Scorpius tem a capacidade de saber distanciar-se emocionalmente (queda da Lua) de modo a não permitir que seu raciocínio plutoniano venha a ser contaminado por apelos sentimentais ou laços que sua mais ‘nova’ perspectiva dimensiona como impermanentes (exílio de Vênus) tornando-o especialmente apto a eliminar radicalmente -e de uma hora para outra- vínculos que não mais nutrem seu senso de ‘finalidade’.

        Isto se traduz num especial talento para ‘conduzir seus exércitos contra si mesmo’ e aceitar seus mais profundos insights com uma postura imparcial; nunca permitindo que sejam moldados por apegos ou tergiversados segundo suas conveniências e não importando o quão doloroso possa ser este princípio de permanecer fiel a si mesmo e fazer prevalecer os ditames do seu coração, independente das perdas que isto possa significar. Na ‘escala de valores’ de um Scorpius nato, aquilo que ele tem na mais alta estima pode vir a tornar-se absolutamente nada de um instante para o outro. Eventualmente, em seu processo evolutivo em busca da ascensão da ‘águia’, ele pode vir a vislumbrar que dentro do espectro de circunstâncias nas quais se julgou muito esperto foi, na verdade, muito tonto; em total contrapartida com as circunstâncias passadas nas quais se julgou muito tonto e que repentinamente se revelam como aquelas nas quais desempenhou sua mais profunda sabedoria e esperteza, devido aos sinais de empatia e compaixão que agora identifica e valoriza. Tal é o poder do filho de Plutão trazer à tona sua recôndita Verdade Interior, desafiando suas próprias crenças.

        Talvez resida aqui o principal segredo que torna Scorpius o mais significativo dos Signos ligados a processos de reforma, mudança, transformação, transmutação e renascimento. Para oportunamente poder trazer à Luz o novo paradigma da borboleta, a lagarta traz escrito no seu código a necessidade de metamorfosear todo seu ser num caldo genético que dará lugar à sua nova expressão. Este processo -regido por Plutão- vem impresso na memória celular de cada criatura escorpiana trazida à existência e irá comandar subliminarmente todos os seus passos enquanto existir. O conceito de metamorfose supera amplamente o de simples mudanças, já que implica em modificações estruturais apenas possíveis a partir da transmutação nesse caldo genético que dará lugar a algo completamente novo. É isto que fervilha no coração da existência escorpiana.

        Scorpius » Signo da Morte… “Existo, logo morro. Para que existo?”

        Partindo desta tácita premissa, os nascidos sob este signo vivem sua existência inteira questionando o sentido e a finalidade das coisas e da própria vida, ultrapassando ao longo dela profundas crises. Note-se que no idioma chinês não existem vocábulos diferentes para ‘crise’ e ‘crescimento’: uma única palavra sintetiza ambas! Isto se encaixa como uma luva na perspectiva existencial do Scorpius.

 

scorpius_illustration_d

        Quando seu ‘crescimento’ espiritual tornar-se prioritário, a criatura de Plutão empreende uma jornada pessoal, no sentido de atravessar o vasto oceano de transmigração mundana e chegar à outra margem, onde pressente que não mais será vítima da ilusão. É o foco nesta jornada que diferencia o Scorpius Águia das categorizações restantes, como Escorpião propriamente dito ou Escorpião Lagarto. Um fator preponderante que permitirá você poder diferenciar um Scorpius Águia é a ligação empática que ele tem com os animais. A ferocidade de algumas criaturas deste reino parecerá não existir diante da sua presença e você poderá encantar-se ao observar o vínculo de compaixão que se manifesta enquanto o Águia brinca com elas. Este é um dos indicadores mais confiáveis para identificar que um Scorpius abraçou a Oitava Superior do Signo na sua essência e fez as pazes com sua natureza mais excelsa.

        A verdade existente nas palavras de Rav Berg »

        “A mudança é o que acontece quando a dor de permanecer o mesmo é maior do que a dor de mudar”

        … cujo significado ainda é análogo à frase de Sigmund Freud »

        “Quando a dor de não estar vivendo for maior que o medo da mudança, a pessoa muda”

… torna o Scorpius Águia que as compreende e as personifica um instrumento de transformação de dentro para fora, cuja influência irá propagar-se fractalmente para o resto da humanidade.

        Em sua jornada ascendente -repleta de obstáculos- o Águia será instado a aceitar o inaceitável por mais de uma vez e, embora possua recursos latentes para isso, seu senso de ‘controle’ sobre os acontecimentos será desafiado até virar do avesso e realizar que o único controle efetivo que possui em mãos é sobre seu próprio ‘livre arbítrio’… momentum no qual deixa para trás qualquer tendência beligerante ou manipuladora.

        Ao incorporar entrega e abnegação no seu repertório de valores, o arquétipo evoluído do Scorpius Águia condensa dores de partidas e perdas num curto período intenso, devido à sua capacidade de ir fundo nos sentimentos, não obstante possa ser confundida com frieza e insensibilidade a sua habilidade de virar num átimo as páginas do seu destino.

        É notório que ninguém sabe ao certo como conquistar um Scorpius Águia. Ele poderá parecer imune a seus dotes de beleza ou intelectuais e permanecer impassível ante seus mais sofisticados encantos e charmes. No fundo do seu coração plutoniano, todas estas ‘virtudes’ significarão nada até que ele obtenha garantias da sua companhia compatíveis com seu ritmo acelerado de transmutação. O único talento que realmente poderá impressionar um Águia será sua capacidade de aventurar-se em intempéries não sinalizadas de mãos dadas com ele, uma vez que sente-se atraído prioritariamente pela sua capacidade de transformação e pelo seu potencial de enfrentar o desconhecido sem perder a presença de espírito.

        O Scorpius Águia vislumbra o fim de seu caminho e embora envolto num véu de mistério, tem muito claro seu alvo derradeiro. As saudades (Lua) que sente do futuro (Urano) lhe proporcionam ‘clarões’ de seu destino.  Os seus próprios instintos aguçados que lhe permitem enxergar além, também lhe revelam que existe um longo percurso até lá. Seu ímpeto de avanço jamais lhe permitirá demorar-se nos trechos já sinalizados. Sua sede compulsória pelo desconhecido parte de uma poderosa intuição de que ao desvendar o oculto que jaz logo aí -naquela intempérie sem placas de sinalização logo à frente- encontrará o alimento e a expansão que seu ser plutoniano mais anseia… e é isto que o impele a desbravar seu destino com uma coragem quase obsessiva. Sua necessidade de adentrar naquele terreno misterioso que os outros signos odiariam, mapeá-lo e fincar nele suas próprias placas de sinalização -inclusive para os que vierem atrás- é o que move este enigmático Ser. Uma vez mapeado este terreno, deixará de ser um mistério para ele, e seu foco, certamente, se voltará para o próximo mistério, sempre na direção do alvo revelado por seus clarões relâmpago.

        Portanto, abdique de suas armas ‘standard’ de sedução diante de um Águia se não tiver disposição para acompanhá-lo. Ele adoraria alguém que sustentasse o ritmo para ir junto, mas não hesitará em percorrer seu caminho solitário diante do mínimo sinal do que possa retê-lo ou atrasá-lo em sua cruzada. É por isso que seu potencial de transformação e de adaptação a situações novas e desconhecidas serão ‘checados’ pelo Águia desde o início, sob as mais inusitadas formas de ‘intimidade’ com o novo e/ou com o perigo que você possa imaginar.

        Ainda que sinta aptidão para ultrapassar estas barreiras inicias e pretenda aventurar-se neste abismo, pense bem antes de querer tocar o coração de um Scorpius Águia. Embora o tédio seja radicalmente descartado e momentos ardentes de pura magia estejam praticamente garantidos, caso esta aventura venha a tornar-se um amor, poderá vir a agigantar-se num ‘Grande Amor’ bem antes do que você imagina, e se isto vier a terminar, terá sido ‘O’ Amor de sua Vida!

        Dificilmente tudo que vier depois chegará aos níveis de intensidade vividos junto a este tipo em particular de filho de Plutão! Um romance desta natureza, quando vivido inconscientemente, terá sido a coisa mais intensa e inexplicada que habitará suas lembranças no futuro e não irá adiantar relegar esta lembrança ao trânsito de um planeta nanico ou alegar que não houve aviso prévio em nenhum texto astrológico! As respostas do que verdadeiramente aconteceu durante a passagem deste furacão só chegarão em doses homeopáticas no decorrer da vida remanescente, sob a forma de insights explosivos sobre o que realmente significa tocar a essência de um outro Ser na sua mais profunda intimidade!

        Entenda primeiramente a natureza de uma Águia para compreender melhor este Ser e assim afugentar especulações irreais sobre sua índole, pois a decisão de aproximar-se dele deve ser tomada a partir de uma visão bastante acurada, que praticamente envolve um ‘lifestyle’ e não modismos ou vontades passageiras. » Uma Águia se refugia em alturas inacessíveis a qualquer perigo e sequer tem um predador natural. Lá do alto avista sua presa a quilômetros de distância e só empreende seu voo de captura sob absoluta certeza de retornar com a caça, iniciando um mergulho certeiro nas profundezas, que atingirá a presa com precisão milimétrica. É uma ave territorial e solitária, não vive em bandos, e quando decide acasalar é monogâmica. O vínculo entre o casal pode estender-se por muitos anos, sendo quebrado apenas a partir da morte de um deles. Um único casal de Águias possui extensos territórios de dezenas de quilômetros quadrados, os quais serão utilizados para caçar e nidificar. Cada território possui inúmeros ninhos, que o casal ocupará alternadamente no decorrer dos anos.

        Águias são perseverantes, não desistem facilmente diante de obstáculos. Frente à tempestade, elas não se escondem. Abrem suas asas de poderosa envergadura, voam a uma velocidade de até 90 Km/h e enfrentam a tormenta. Elas sabem que as densas nuvens escuras, a tempestade e os raios com seus choques elétricos podem ter uma extensão de no máximo 30 a 50 m, mas também sabem que além da tempestade, lá em cima, o Sol brilha em todo seu esplendor… e é para lá que se dirigem!

        Quem puder usar o seu Mercúrio para extrapolar a miríade de significados que podem ser extraídos desta simples descrição, terá uma noção bem precisa do por que da Águia ter sido escolhida como simbologia para caracterizar este Scorpius mais evoluído e, por sua vez, compreenderá valiosos segredos a respeito do Scorpius Águia e sobre a natureza da oitava mais elevada deste Signo exótico e singular.

scorpius_illustration_e

        Antes de esgotar seu tempo de duração, o líder dos androides do filme Blade Runner pronuncia algumas palavras que representam fielmente o modelo do questionamento escorpiano:

        “Eu vi coisas que vocês, humanos, não acreditariam, como atacar naves que já estavam pegando fogo.

        Vi raios laser brilhando num universo infinito…

        Todos esses momentos serão perdidos no tempo, como lágrimas, na chuva.

        É hora de morrer!”

        A consciência de sua duração limitada faz com que o escorpiano procure extrair o máximo e viver muito intensamente todos os momentos de sua vida. Igualmente, em termos afetivos, anseia por uma relação tão profunda e significativa, na qual ele daria sua vida pela outra pessoa e esta por ele, se necessário. Esta característica em particular também pode estender-se àqueles que possuem a Lua no oitavo Signo ou em significativo aspecto com Plutão. O ‘drama’ particular desta sede por intensidade pode resumir-se a considerar ‘morno’ qualquer subnível que não atenda plenamente este anseio afetivo no qual a própria vida é prioritariamente colocada em jogo por Amor.

        O nativo de Scorpius é mais leal que qualquer outro. Nunca trairia alguém que tivesse depositado sua confiança por inteiro sobre ele. A propósito, a confiança, na vida de um Scorpius é um dos quesitos que precisa permanecer sempre impecável, pois uma vez minimamente deteriorada será praticamente impossível restaurá-la à sua condição original, uma vez que irá constituir-se para ele como uma fina rachadura num vaso de porcelana, da qual dificilmente irá tirar o foco.

        Scorpius é o signo da sexualidade… sexualidade à flor da pele, à flor das mãos, dos olhos, da mente. Não há outro signo que carregue ou que desperte a energia libidinosa nos mesmos moldes em que um Scorpius é capaz. Ele sabe e tem o dom de elevar o prazer sexual a instâncias inimagináveis. Quando consciente de que sua sexualidade pode tornar-se uma chave transcendente para penetrar enigmas do mundo espiritual, Scorpius denota grande domínio sobre as misteriosas possibilidades do chacra básico e irá transformar seus impulsos sexuais em experiências sublimes, beirando o Divino!

        Geralmente Scorpius é acusado de seduzir conscientemente o tempo todo. Falsa acusação. Por trás de seus movimentos felinos, existe sim uma postura sensual, mas que aflora espontaneamente, sem necessidade de quaisquer reforços extra.

        De todo os signos do zodíaco, este é o mais incompreendido e, quando compreendido, o mais amado.

        Super-orgulhoso por ser de Scorpius, sente que não poderia ser de nenhum outro signo!

        No horóscopo individual, Scorpius representa, entre outras coisas, o ‘como funcionamos na intimidade…’. Esta interpretação se vê amplamente confirmada por meio de um pensamento do já falecido escritor Gabriel Garcia Marquez, que conseguiu sintetizar em poucas palavras o resultado de uma profunda observação de caráter escorpiano:

        “Nada se parece tanto a uma pessoa como a forma de sua morte”!!!

@>–>—

scorpius_illustration_f

 

 

Agradecimentos pelas imagens de base para a edição de algumas ilustrações:

  • Zodíaco PB & ‘Olhos observantes’ » Murat Sayginer
  • Águia Azul » Fraternité de l’UN – Jémai Ce Qui est Bon ET Beau au service de La Nouvelle Terre Unie
  • Cena de Blade Runner » Warner Bros. Pictures

 

Conteúdo elaborado especialmente para CNA – Este artigo sobre Scorpius não morre. Pela natureza da questão abordada, será reeditado, reilustrado e republicado bienalmente neste portal.

@>–>—

Sobre o Autor

Atual Diretor Digital da CNA » Gestão 2015~2018 - A pesar de trabalhar com Astrologia profissionalmente desde 1983, no meu coração me considero um astrólogo diletante... pois faço isso desde um lugar de extremo prazer. O ponto mais alto disto é quando a interpretação culmina com um belo ato terapêutico... sinal de que as sementes da transformação foram devidamente plantadas. É assim q meu papel plutoniano se expressa nesta transição biosfera»noosfera, na qual, a pesar das arquetípicas diferenças individuais e os diversos caminhos escolhidos, Somos Todos Um! @>-->---

11 comments

  1. Diego Passos
    Posted on out 24, 2014 at 4:21 PM

    Escorpião tbm não é regido por Marte?

    reply
    • miguel etchepare
      Posted on dez 02, 2014 at 2:16 AM

      Diego, na Astrologia Tradicional (medieval) a regência deste Signo era a atribuída a Marte. Posteriormente, a descoberta de Plutão revelou ser esta sua regência mais significativa. Conforme a Astrologia Contemporânea, a medida que a humanidade evolui e se torna receptiva à compreensão e assimilação de novos arquétipos, a cada salto evolutivo um novo planeta é descoberto dentro do nosso Sistema Solar. Seja por avistamento nos telescópios, seja por cálculo matemático, uma vez constatada sua presença vem resignificar conceitos arcaicos sobre regências, que necessariamente devem acompanhar os estágios evolutivos da psique coletiva vinculados à sua descoberta.

      Dentro desta perspectiva, Plutão vem a ser descoberto no exato momento em que a humanidade está pronta para acolher e introjetar a energia de Plutão, assim como foi com Netuno e Urano, planetas ‘inexistentes’ durante a formulação das regências tradicionais. As explosões atômicas de Hiroshima e Nagasaki são o marco histórico que por sempre simbolizarão a coincidente descoberta de Plutão e servirão de referência associativa ao patamar evolutivo da humanidade na época. A associação disto ao Signo de Scorpius é algo inevitável. A co-regência de Marte sobre este Signo -ainda sustentada por muitos autores- corresponde a um período de transição e, a meu ver, é um conceito que deve desaparecer em alguns séculos (ou milênios) uma vez que a visão medieval da Astrologia -que compreendia a natureza do Signo mas não dispunha de elementos necessários para poder associá-lo 100% a um outro Planeta- vai ficando cada vez mais distante no tempo.

      A visão mais evolutiva da Astrologia prevê um futuro no qual cada Signo venha a ter seu próprio Planeta regente, exclusivo e individual, sem as ‘duplicidades’ que hoje conhecemos… e concordemos que o Planeta Marte ♂ se encaixa como uma luva na regência do Signo de Áries ♈ e fica bastante limitado para definir todas as nuances do Signo de Scorpius ♏

      @>–>—

      reply
  2. Posted on out 29, 2014 at 12:39 AM

    EU adorei a interpretação, sobre o signo de escorpião, pois sou escorpion, e asc aquarius

    reply
    • miguel etchepare
      Posted on dez 02, 2014 at 1:18 AM

      _/|\_

      @>–>—

      reply
  3. Dai
    Posted on set 17, 2015 at 2:15 AM

    Estou encantada… Foi o melhor texto sobre o meu signo que lembro já ter lido, estou até salvando em favoritos. Queria mais disso, estou cansada de tanto “blá blá blá perversão, blá blá blá vingança”.

    reply
    • Posted on set 30, 2015 at 10:30 PM

      Obrigado, Dai. No texto é ressaltado q este Signo é dos mais ‘incompreendidos’! ^_^

      @>–>—

      reply
  4. Lisa
    Posted on set 29, 2015 at 12:50 AM

    Esta pode ser uma visão ampla de Scorpio, a mais ampla que já vi, então fico feliz de acrescentar a minha compreensão e como sou ascendente de Peixes, acho que percebo coisas demais ao mesmo tempo e isso nãão é fácil. VLW Miguel.

    reply
    • Posted on set 30, 2015 at 10:32 PM

      Fico feliz de poder acrescentar autoconhecimento. Grato pelo seu feedback, Lisa! _/|\_

      @>–>—

      reply
  5. Posted on ago 15, 2016 at 2:21 AM

    MEU DEUS PLUTÃO.Amei seu texto do começo ao fim.Eu mesma uma “filha de Hades” com meu Plutão no ascendente.
    Que incrível,pois eu nem ia entrar mais no facebook hoje.São as forças plutonianas em ação.Grata pelo seu brilhante e contundente texto.Abraços verdadeiros dessa libriana com vênus em escorpião. <3

    reply
  6. Marley
    Posted on jan 15, 2017 at 6:16 PM

    Texto magnífico, Miguel. Bem escrito, muito envolvente, claro, objetivo, preciso… Além de instrutivo sobre Scorpius.

    reply
  7. Roberta
    Posted on fev 18, 2017 at 12:16 AM

    O melhor texto que já li sobre escorpião.,

    reply

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *